O que você procura?

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

RJ - SEM RECEBER: POLICIAIS CIVIS E AGENTES PENITENCIÁRIOS FAZEM PARALIZAÇÃO

As categorias decidiram manter apenas serviços essenciais e cobram o recebimento do salário de dezembro, do décimo terceiro salário, das horas extras e de prêmios pelo cumprimento de metas de segurança

Policiais civis e agentes penitenciários iniciaram hoje (17) paralisações contra o atraso de pagamentos no estado do Rio de Janeiro. As categorias decidiram manter apenas serviços essenciais e cobram o recebimento do salário de dezembro, do décimo terceiro salário, das horas extras [Regime Adicional de Serviço] e de prêmios pelo cumprimento de metas de segurança.

A Secretaria de Estado de Fazenda informou por meio de nota que os salários de dezembro da área de segurança pública devem ser pagos ainda nesta semana. Os demais pagamentos ainda não têm previsão para serem quitados.

O diretor do Sindicato de Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro, Leonardo Mota, disse que a paralisação é um aviso para o governo do estado. Segundo ele, o movimento tinha condições de decretar a paralisação no réveillon, mas adiou a decisão para evitar a repercussão internacional sobre o fechamento de delegacias em Copacabana, em período de muitos turistas na cidade.

"A paralisação é de 72 horas. Depois disso, a gente vai dar um aviso formal para fazer uma greve", disse o diretor, que afirmou que a categoria pretende paralisar sempre que o salário não for quitado no quinto dia útil de cada mês, o que não tem acontecido nos últimos meses.

Segundo Mota, serão mantidos apenas os atendimentos a casos de homicídio, flagrantes e roubo de automóvel: "É preciso registrar esses casos de roubo porque quem rouba um automóvel, rouba para praticar crimes. Precisamos registrar esses casos para que os donos não sejam responsabilizados".

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que não irá se manifestar sobre a decisão da entidade de classe, mas afirmou que os serviços emergenciais serão mantidos.

A presidente da Associação de Peritos Oficiais do Estado do Rio de Janeiro, Denise Rivera, afirmou que o movimento paredista está instruindo os servidores dos institutos médicos legais (IMLs) a atender apenas homicídios, violência doméstica e lesões corporais mais graves como estupros: "Vamos suspender o atendimento daquelas lesões corporais culposas, de DPVAT e os casos de verificação de óbito".

Além de pagamentos atrasados, Denise Rivera disse que as condições de trabalho também são ruins nos IMLs. "Trabalhamos com os mesmos problemas há muito tempo. Superlotação nas geladeiras, falta de imunização, falta de ar condicionado. Como é possível fazer necropsia em um calor de 45°C graus? Ninguém pode trabalhar de forma eficiente desse jeito", disse Denise.

Prisões

Já os agentes penitenciários decretaram uma paralisação mais longa, até a próxima segunda-feira (23), quando uma nova assembleia vai decidir sobre a manutenção da greve. No site do Sindicato dos Servidores do Sistema Penal do Rio de Janeiro, um Manual de Greve informa quais serviços serão afetados:

"Durante a vigência da greve serão realizados apenas os serviços essenciais, como alimentação, emergências médicas e alvará de soltura. Não haverá o ingresso de visitantes, nem apresentações às varas criminais ou recebimento de novos presos".

Em outro texto na mesma página, o presidente do sindicato, Gutembergue de Oliveira, expõe um cenário de dificuldades nos presídios superlotados.

"Situação que pesa sobremaneira na capacidade de impor a autoridade do estado no ambiente carcerário. Há unidades em que a relação preso x inspetor é de 200 para 1, quando a recomendação do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) é de 5 para 1", diz o texto, que também pontua que há falta de profissionais como médicos, enfermeiros e assistentes sociais.

A nota afirma que os servidores ativos sofrem com humilhações decorrentes nos atrasos de pagamentos, além de serem expostos a condições como altas temperaturas, refeições de má qualidade e falta de manutenção de equipamentos de segurança.

A Secretaria de Estado de Administração penitenciária informou que possui um plano de segurança para manter a rotina das unidades prisionais e que não serão divulgadas mais informações por questão de segurança.

FONTE: OTEMPO

VALORIZE OS POLICIAIS HOJE, PARA NÃO CHORAR AMANHÃ

Nesse vídeo um repórter chama a sociedade a refletir sobre a valorização dos policiais, demonstrando o que eles fazem pela sociedade. 

Valorizem os policiais hoje, pois amanhã poderá ser tarde!

Não podemos deixar que a inversão de valores tomem conta da nossa sociedade!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

SANCIONADA LEI QUE DECLARA A BANDA SINFÔNICA DO CORPO DE BOMBEIROS DE MINAS GERAIS EM PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DO ESTADO

Resultado de imagem para AGORA É LEIFoi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais no sábado (24/12/16), a sanção à Lei 22.462, de 2016, que declara a Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais em Patrimônio Histórico Cultural dos Mineiros.

LEI Nº 22.462, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2016.

Declara patrimônio cultural mineiro a Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, O Povo do Estado de Minas Gerais, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome, promulgo a seguinte lei:

Art. 1º – Passa a denominar-se Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e fica declarada patrimônio cultural mineiro a Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

Art. 2º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, aos 23 de dezembro de 2016; 228º da Inconfidência Mineira e 195º da Independência do Brasil.

FERNANDO DAMATA PIMENTEL

FONTE: DOE-MG

SANCIONADA LEI QUE DECLARA ORQUESTRA SINFÔNICA DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS EM PATRIMÔNIO CULTURAL DOS MINEIROS

Resultado de imagem para AGORA É LEIFoi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais no sábado (24/12/16), a sanção à Lei 22.453, de 2016, que declara a orquestra sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais em patrimônio cultural dos mineiros. 

LEI Nº 22.453, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2016.

Declara patrimônio cultural mineiro a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, O Povo do Estado de Minas Gerais, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome, promulgo a seguinte lei:

Art. 1º – Fica declarada patrimônio cultural mineiro a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais.

Art. 2º – Esta lei entra vigor na data de sua publicação.

Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, aos 23 de dezembro de 2016; 228º da Inconfidência Mineira e 195º da Independência do Brasil.

FERNANDO DAMATA PIMENTEL

FONTE: DOE-MG

LUTO PMMG

Resultado de imagem para luto pmmgÉ com pesar que comunicamos o falecimento do Sgt Júnior lotado no destacamento de Uruana de Minas, pertencente ao 28º BPM em Unaí. De acordo com informações do batalhão, o militar preenchia um Reds quando foi atingido por um disparo acidental de arma calibre .12, na cabeça. O policial foi socorrido e levado para o hospital em Unaí, mas não resistiu aos ferimentos. 

Nosso pesar bem como nossos mais estimados préstimos aos familiares.


Aguarde mais informações.



FILHO MATA MÃE, ATACA POLICIAIS MILITARES E É MORTO EM JUIZ DE FORA

Resultado de imagem para pmmgCaso ocorreu no Bairro Parque Guarani, na noite de sábado (14).
Cavadeira e faca utilizadas pelo homem foram apreendidas.

Após matar a mãe, um homem de 33 anos atacou policiais militares e foi morto na noite deste sábado (14), no Bairro Parque Guarani, em Juiz de Fora.

De acordo com as informações da Polícia Militar (PM), após acionamento, militares entraram em contato com parentes que relataram terem recebido uma ligação telefônica em que a mãe do homem dizia que estava acuada dentro de casa, temendo por sua integridade física, pois o filho, que tinha histórico de esquizofrenia, não teria dormido na noite anterior. A idosa, de 60 anos, ainda disse aos familiares que o filho estaria olhando-a de forma ameaçadora, motivo pelo qual ela pediu que os parentes acionassem a PM e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Em busca de notícias da idosa, um dos parentes dela fez novas ligações e ouviu gritos de socorro e gemidos de dor. Os familiares saíram de carro do Bairro Bonfim até o local para saber o que estava acontecendo, chegando simultaneamente com uma viatura do Tático Móvel da 31ª Companhia da PM. 

Segundo a PM, o homem não atendeu aos chamados dos militares e o portão externo da casa estava trancado com cadeado. A polícia teve que arrombá-lo com alicate para entrar no imóvel. Uma testemunha acompanhou os policiais.

Um dos militares viu o homem de 33 anos encostado na parede ao lado da porta, empunhando uma cavadeira de metal. Após identificar a ameaça, o militar recuou e iniciou uma conversa com homem, ordenando-o que entregasse o instrumento. A ordem não foi acatada e o homem passou a atacar os militares.

Para evitar a agressão, o militar efetou um disparo de arma de fogo. Mesmo atingido, o morador continuou avançando contra os militares, efetuando diversos golpes com a cavadeira. Devido à escada estar escorregadia e irregular, um dos policiais escorregou no primeiro degrau, ficando os demais encurralados. Aproveitando-se da queda do policial, o homem conseguiu atingir o pé esquerdo de outro militar, causando-lhe uma lesão. Nesse instante, para repelir a agressão, dois militares efetuaram disparos para conter o ataque do homem, que foi atingido por cinco disparos e caiu.

Os policiais prestaram os primeiros socorros ao homem, mas foi constatado o óbito no local. Ainda com intuito de verificar a denúncia repassada, os militares fizeram uma varredura no interior do imóvel e encontraram a idosa caída na lavanderia da casa, com suas vestes sujas de sangue. Ela já não apresentava sinais vitais. O Samu constatou o óbito no local. 

A perícia foi acionada e realizou os trabalhos de praxe. A cavadeira utilizada pelo homem para atacar a PM e uma faca de cabo de madeira foram encontradas. Ambas estavam sujas de sangue.

Foi constatado que a idosa sofreu três golpes perfurantes no tórax e também apresentava feridas na cabeça. A funerária compareceu para remoção dos corpos ao Instituto Médico Legal (IML).

Conforme o registro da PM, foi dada a voz de prisão em flagrante aos dois militares que efetuaram os disparos, lido seus direitos constitucionais e conduzidos até o 2° Batalhão para apresentação a autoridade policial competente, conforme procedimento padrão.

FONTE: G1

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

BAR FREQUENTADO POR POLICIAIS É ALVO DE TIROS NA RMBH

Resultado de imagem para TIROSA dona de um bar foi baleada na madrugada desta quarta-feira em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Silma Silva de Oliveira, de 41 anos, mora na parte superior do estabelecimento, localizado no Bairro Jardim Canadá, e foi atingida por cinco disparos.

De acordo com a Polícia Militar, duas motos passaram em frente ao bar por volta das 2h da manhã e efetuaram pelo menos 14 tiros contra o estabelecimento. A principal suspeita é de que a ação dos criminosos tenha sido uma retaliação pelo fato de o local ser muito frequentado por policiais.

Silma de Oliveira foi atendida no local e posteriormente encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII. Ela passou por cirurgia, teve parte do intestino retirado e seu estado de saúde é considerado estável.

PRIMEIRA TURMA DE AGENTES SOCIOEDUCATIVOS TOMA POSSE EM CINCO CIDADES

Miniatura03/01/2017 - 87 profissionais vão recompor quadro de 36 unidades socioeducativas 

Oitenta e sete agentes socioeducativos, aprovados no último concurso realizado pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), atual Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), tomaram posse na segunda-feira, 02/01. Os profissionais serão os primeiros aprovados do certame SEDS/SEPLAG 09, iniciado em 2013, a incrementar o quadro de pessoal dos centros socioeducativos do Estado. A audiência pública de posse foi realizada nos municípios de Uberaba, Divinópolis, Uberlândia, Patos de Minas e Belo Horizonte.

Os novos profissionais serão distribuídos entre as 36 unidades do Estado: são 24 centros socioeducativos, 11 casas de semiliberdade e um Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA-BH).

O concurso SEDS/SEPLAG 09 teve seis etapas. A homologação do primeiro grupamento foi publicada no dia 19 de outubro, com a aprovação de 439 agentes. Já a homologação do segundo grupamento foi publicada na última sexta-feira, 30/12, com 450 candidatos na lista.

FONTE: SEDS

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

PRORROGADAS INSCRIÇÕES PARA O CONCURSO PÚBLICO PARA SOLDADO DA PMMG

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) prorrogou para 21 de janeiro o prazo de inscrição no concurso público para formação de soldados. As provas serão realizadas no dia 19 de fevereiro, conforme cronograma do edital.

Segundo o tenente Cristiano Araújo, a data foi prorrogada para que mais pessoas tenham a chance de participar. “A expectativa é muito grande para receber os novos policiais, para reforçar o efetivo, bem como proporcionar mais segurança para a população”, comenta.

São 1.215 vagas para homens e 135 para mulheres, que vão atuar em Belo Horizonte, Pouso Alegre, Passos, Poços de Caldas e Alfenas. As inscrições, no valor de R$ 122,95, devem ser feitas via internet. Para se inscrever, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.policiamilitar.mg.gov.br/crs, no link inscrições on-line.

No mesmo endereço eletrônico o candidato poderá consultar e imprimir o comprovante de inscrição, onde constará a data, o horário e o local de realização das provas. Para participar, é preciso ter entre 18 e 30 anos de idade e ser formado em qualquer curso de ensino superior. O salário base é de R$ 3 mil.

O candidato que tiver dificuldade de acesso à internet poderá comparecer, durante o período de inscrição, em uma das unidades da PMMG especificadas no edital.

Provas

O processo seletivo será desenvolvido em quatro fases: prova de conhecimentos (objetiva e dissertativa), exame de saúde, teste físico e avaliação psicológica.

A prova objetiva de múltipla escolha, com 40 questões, de caráter eliminatório e classificatório, está prevista para 19 de fevereiro de 2017. As demais atividades devem ser acompanhadas no portal da Polícia Militar.

Os aprovados farão o Curso de Formação de Soldados (CFSd) com início previsto para 1º de setembro de 2017. São nove meses de preparação até que o praça esteja pronto para atuar nas ruas.

Postagens mais antigas Página inicial