O que você procura?

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

ROTAM PRENDE DOIS SUSPEITOS DE MATAR CB HERÁCLITO EM SANTA LUZIA

Resultado de imagem para NOTA 10Homens foram detidos em Felixlândia, cidade da região Central de Minas; policiais do Batalhão Rondas Táticas Metropolitana (Rotam) deslocam para ajudar nos trabalhos

A Polícia Militar (PM) prendeu dois homens, na manhã desta terça-feira (10), em Felixlândia, na região Central do Estado, suspeito de matar o cabo Anderson Heráclito Gaspardine, de 43 anos. O policial foi baleado na cabeça na porta de sua residência, em Santa Luzia, na região metropolitana, ao tentar defender a cunhada de um assalto, na última terça-feira (3). Ele faleceu na noite dessa segunda-feira (9), no João XXIII, em Belo Horizonte, onde esteve internado.

Segundo a sala de imprensa da PM, policiais do Batalhão Rondas Táticas Metropolitana (Rotam) foram para a cidade do interior contribuir com a operação. Os militares procuram pela arma usada no crime.

Relembre o caso

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a cunhada do policial contou que chegou à casa da vítima, localizada no bairro Cristina, em Santa Luzia, acompanhada de duas irmãs, sendo que uma delas era a companheira do militar.

Enquanto a motorista trancava o veículo, as outras mulheres entraram no imóvel. Nesse momento, dois suspeitos se aproximaram e anunciaram o assalto. Quase ao mesmo tempo, o cabo foi até o portão para receber as visitas. Ao perceber a ação dos criminosos, ele entrou e buscou sua arma.
Ao retornar, a vítima se identificou como policial e ordenou que os ladrões deitassem no chão, o que não foi atendido. Um dos bandidos atirou contra o militar, que já caiu inconsciente.

O cabo foi levado por vizinhos à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Benedito e, posteriormente, transferido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, onde deu entrada com o projétil alojado na cabeça.

Ainda conforme a cunhada, depois do disparo, a dupla fugiu em uma motocicleta. Durante rastreamento, um suspeito de 20 anos foi localizado, negou o crime e disse que apenas estava passeando com um amigo de moto. No entanto, ele foi reconhecido pela mulher e conduzido à delegacia de plantão para prestar esclarecimentos.

FONTE: OTEMPO

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: