Pesquisar este blog

Carregando...

.

.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

1

Policiais do DI são dispensados do serviço por falta de água potável

departamento de investigaçãoPelo menos 200 policiais do Departamento de Investigações (DI), no bairro Lagoinha, na região Noroeste de Belo Horizonte, tiveram que ser liberados do trabalho na tarde desta quarta-feira (31) por falta de água nos quatro andares do prédio. A temperatura máxima em Belo Horizonte chegou a 37 graus segundo o 5º Distrito.
O prédio ficou sem água por causa da limpeza da caixa d´água iniciada nesta quarta pela manhã. Sem água potável até para beber, alguns policiais sentiram mal estar, motivo de a chefia do departamento ter feito a liberação. Nos prédios funcionam as delegacias de Homicídios, delegacia de Pessoas Desaparecidas.
Os funcionários da DI ligaram para a redação do Hoje Em Dia denunciando a falta de água. A mesma caixa fornece água para os presos do Ceresp do bairro São Cristóvão, que funciona ao lado do DI. Os presos já estão irritados com a falta d' água.
FONTE: HOJEEMDIA
0

PM encontra lista de policiais marcados para morrer em São Paulo

A Polícia Militar encontrou uma lista com nomes de policiais militares e civis que estariam marcados para morrer na capital paulista. A relação de nomes foi descoberta durante operação na comunidade Paraisópolis. 
A nova informação ressalta a suspeita do chamado “código vermelho”, que prevê o assassinato de dois policiais a cada bandido morto na cidade. A Polícia Militar chegou a negar a existência do código vermelho e a Polícia Civil afirmou que todos os 86 casos de homicídio contra policiais estavam sendo investigados separadamente. 
A lista foi encontrada com dois adolescentes que tentavam deixar a comunidade na noite dessa terça-feira, quando foram abordados pelos policiais. Juntamente à lista, a polícia encontrou informações sobre compra e venda de drogas na favela. De acordo com a PM, havia cerca de 40 nomes de policiais com informações sobre as características físicas, a rotina e até mesmo o endereço e fotografia de cada um deles. Os adolescentes foram apreendidos e a relação de nomes deve ser entregue ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) que investigará o caso. 
Segundo o Major Márcio Stereifinger, um dos resposáveis pela operação, a apreensão da lista pode não estar relacionada aos homicídios dos policiais, mas nenhuma hipótese é descartada. Ele afirma que durante os três primeiros dias da operação, 15 pessoas foram detidas, sendo três foragidas da Justiça e outras 12 supostamente envolvidas com o tráfico de drogas. A polícia também apreendeu nove armas, 120 kg de maconha, 15 kg de cocaína, uma granada de uso restrito e munição de armas de diversos calibres, inclusive de fuzil.
Sobre a onda de ataques e violência em SP, o major afirma que os esforços da PM estão em identificar os envolvidos em crimes na capital e descobrir o que está por trás dos homicídios. “ A PM está fazendo um trabalho de inteligência criminal para apurar os crimes e chegar aos suspeitos. Este trabalho não é imediatista, mas tem trazido soluções concretas” afirmou.
FONTE: UAI
0

PC chama delegados na lista de excedentes

Candidatos excedentes do concurso público para delegado da Polícia Civil, realizado em junho do ano passado, serão chamados para o cargo. Os 143 convocados irão participar de um curso preparatório na Academia de Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (Acadepol), que terá início no próximo mês e encerramento em fevereiro de 2013. O curso conta com disciplinas como investigação e atendimento ao público. 
Na última semana, a corporação chamou os primeiros aprovados no exame - foram 291 futuros delegados convocados. Agora, os 143 excedentes serão chamados para preencher vagas de policiais aposentados ou que se aposentam até fevereiro, no fim do curso. De acordo com a assessoria da PC, essa autorização de convocação antecipa o preenchimento de vagas para que a polícia não corra o risco de ficar com cargos em aberto. 
Conforme o delegado da Acadepol, Alcides Costa, ainda não há definição das cidades onde os excedentes irão trabalhar, nem a área em que irão servir. "Vai depender da demanda dos municípios e de critérios do governo do Estado", explicou o delegado.
FONTE: O TEMPO
0

PARABÉNS A EQUIPE DE FUTSAL DO COLÉGIO TIRADENTES CENTRAL

Atletas do futsal masculino do Colégio Tiradentes Central conquistaram o primeiro lugar no Campeonato Metropolitano Escolar - Kanechom/2012. A decisão aconteceu na noite de ontem, terça-feira (30/10), no bairro Floresta, região leste de Belo Horizonte. A equipe do Tiradentes venceu a equipe do Colégio Magnum na decisão por pênaltis por 3 a 1.
Parabéns aos atletas do Colégio Tiradentes pela vitória.
O Campeonato Mineiro Escolar Kanechom/2012 é uma realização da Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais – FEEMG, da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude de Minas Gerais – SEEJ-MG, da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais – SEE-MG e da Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais – SEF-MG, por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. A competição terá as modalidades de atletismo, basquetebol, futsal, handebol, judô, natação e voleibol, nos naipes masculino e feminino.
0

Brasil tem um policial assassinado a cada 32 horas

Um policial é assassinado a cada 32 horas no país, revela levantamento feito pela Folha nas secretarias estaduais de Segurança Pública.
De acordo com esses dados oficiais, ao menos 229 policiais civis e militares foram mortos neste ano no Brasil, sendo que a maioria deles, 183 (79%), estava de folga.
O número pode ser ainda maior, uma vez que Rio de Janeiro e Distrito Federal não discriminam as causas das mortes de policiais fora do horário de expediente. O Maranhão não enviou dados.
São Paulo acumula quase a metade das ocorrências, com 98 policiais mortos, sendo 88 PMs. E só 5 deles estavam trabalhando. O Estado concentra 31% do efetivo de policiais civis e militares do país, mas responde por 43% das mortes desses profissionais em 2012.
Pará e Bahia aparecem empatados em segundo, cada um com 16 policiais mortos.


Para Camila Dias, do Núcleo de Estudos da Violência da USP, o número é elevado. "Apenas para comparação, no ano de 2010 foram assassinados 56 policiais nos EUA."
Segundo ela, a função desempenhada pelos policiais está relacionada ao alto número de mortes, mas em São Paulo há uma ação orquestrada de grupos criminosos, que leva ao confronto direto com a Polícia Militar.
Os PMs foram as principais vítimas, no Brasil e em São Paulo: 201, ante 28 civis.
CONTINUE LENDO NA FOLHA DE SÃO PAULO
0

COMANDANTE DO 40º BPM SE ENVOLVE EM ACIDENTE

Comandante de batalhão da PM se envolve em acidente na BR-135; bebê morre na batida. A batida aconteceu na altura do km 652 em Curvelo, Região Central de Minas Gerais.
Um policial militar se envolveu em um acidente na noite de terça-feira na BR-135. Um bebê de 6 meses morreu na batida, que aconteceu na cidade de Curvelo, Região Central de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o Corsa, placa HOM 1303, bateu de frente com o Hyundai ix35, placa GSZ 5508, na altura do km 652. 
O Hyundai era conduzido pelo comandante do 40º Batalhão da Polícia Militar (PM) em Ribeirão das Neves, tenente-coronel Luiz Carlos Godinho. Ele ficou ferido, mas ainda assim conseguiu sair do carro e ajudar a socorrer a família que estava no Corsa. 
Os pais da criança foram levados para o Hospital de Caetanópolis, mas a bebê não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a polícia, o motorista do Corsa perdeu o controle da direção, rodou na pista e bateu de frente no carro do militar. Os dois carros são de Belo Horizonte, sendo que o Hyundai seguia no sentido Montes Claros, e o outro veículo na direção contrária.
FONTE: UAI
0

Mãe e filha são indenizadas pelo Estado após morte de ex-policial em serviço

O juiz da 7ª Vara de Fazenda Pública Estadual, Carlos Donizetti Ferreira da Silva condenou o Estado de Minas Gerais a indenizar em R$ 30 mil a viúva e a filha de um ex-militar que morreu em serviço. O Estado também deverá pagar R$ 8.019, referentes às despesas com funeral e sepultamento do ex-policial, além de pensão mensal às familiares do ex-servidor. A sentença é de 15 de outubro e, por ser de 1ª Instância, está sujeita a recurso. 
De acordo com o processo, o ex-policial militar morreu em um acidente de carro quando estava em patrulhamento no município de Lagoa Formosa, durante o feriado de Carnaval. Mãe e filha alegaram que o Estado teria a obrigação de se responsabilizar pelo fato, já que o ex-militar faleceu no exercício da profissão. Pediram que o Estado fosse condenado ao pagamento de pensão mensal, no valor do salário o ex-policial, ressarcimento de R$ 8.019 pelas despesas com funeral, além de condenação à indenização por danos morais. 
O Estado alegou não haver relação entre o acidente e a atuação. Argumentou ainda que o autor foi um terceiro, estranho ao Estado. Sustentou também que o risco de acidente é próprio da atividade militar e que o ex-policial não foi exposto à situação anormal de risco. Informou que a pensão mensal e as despesas com funeral e sepultamento vão ser pagas pelo Governo Estadual de acordo com a lei. Ao final, solicitou improcedência dos pedidos da viúva e da filha do ex-militar. 
O magistrado entendeu que “o Estado possui responsabilidade civil objetiva, devendo indenizar material e moralmente terceiros que porventura sofram prejuízos em razão de suas ações ou omissões”. Além disso, os depoimentos de testemunhas de pessoas próximas das familiares do ex-militar comprovaram que elas sofreram grande abalo psicológico e problemas de saúde após a morte do ex-servidor, segundo o magistrado.
Segundo a decisão, há um processo administrativo em andamento na Polícia Militar para se decidir sobre o pagamento de indenização às autoras motivada pelos fatos em questão.
Fonte. O Tempo

terça-feira, 30 de outubro de 2012

0

CAMPEONATO DE JIU-JITSU DA ROTAM


LEIA MAIS SOBRE O CAMPEONATO DE JIU-JITSU ROTAM NO CINCO PONTO CINCO

CABO JÚLIO PARABENIZA A ROTAM PELA INICIATIVA E A TODOS OS PARTICIPANTES E GANHADORES DO CAMPEONATO.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

12

AUTORIZADO CONCURSO PÚBLICO PARA PMMG E CBMMG

O Governo de Minas autorizou nesta segunda-feira (29) a realização de concurso público para a Polícia Militar (PMMG) e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). Serão 3.975 vagas para as duas corporações.
Conforme informações do Estado, o objetivo da abertura de novas vagas é ampliar segurança para a população mineira. Os militares também serão beneficiados por Projeto de Lei, encaminhado à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta segunda, que institui o abono permanência, fortalece o Fundo Promorar e reduz prazos para promoção na carreira.
Com o concurso, as 3.975 novas vagas serão destinadas aos cargos de soldados da PM (1.700), soldados do CBMMG (800) e assistentes administrativos de nível médio (1.300) para atuar na área administrativa da PM. As demais vagas serão voltadas a profissionais de saúde para o Hospital da Polícia Militar e unidades do interior do Estado, sendo 115 cargos para tenentes do quadro de Oficiais de Saúde e 60 de soldado do quadro de Praças Especialistas em Saúde.
Carreira
Uma das novidades do PL é a fixação do corpo efetivo por três anos, até 2015. As leis anteriores fixavam o efetivo somente para o período de um ano, o que dificulta as adequações dos quadros para viabilizar novos ingressos e para realizar novas promoções na carreira.
A carreira ficará mais atrativa com o menor prazo para promoção e aumento da proporção de militares que podem fazer jus ao benefício. Fica preservado o modelo baseado no merecimento, essencial para a eficiência na prestação de serviços, além de manter o plano de carreira.
Para incentivar a permanência nos quadros, o PL propõe um abono para os militares estaduais que tenham completado as exigências para aposentadoria e façam a opção de permanecer em atividade. O abono permanência será equivalente a um terço dos vencimentos do militar e poderá ser concedido até a aposentadoria compulsória.
Fundo Promorar
O Governo de Minas também fortalecerá o Fundo Promorar – Programa de Apoio Habitacional dos Militares do Estado de Minas Gerais. O Projeto de Lei assegura o repasse de recursos do Tesouro do Estado para o Fundo nos próximos quatros anos. O Promorar é destinado ao financiamento para assistência à habitação a servidores militares segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Militares do Estado de Minas Gerais (IPSM).
Em relação ao Instituto de Previdência dos Servidores Militares (IPSM), o projeto de lei propõe alterações na Lei nº 10.366/1990, para destinar parte dos recursos repassados pelo Executivo para proventos de reservistas e reformados, além da pensão e assistência à saúde já contemplados.
Com Agência Minas
FONTE: O TEMPO
45

CABOS E SOLDADOS SERÃO PROMOVIDOS COM OITO ANOS: 1ª VITÓRIA DO CABO JÚLIO

Proposta de promoção foi apresentada ao CABO JÚLIO pelo
Secretário de Governo, Danilo de Castro, na manhã
desta 2ª-feira (29/10).
Antes mesmo de tomar posse na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), CABO JÚLIO já conquistou sua primeira vitória. Fazendo oposição ferrenha à proposta de alteração na lei de promoções na Polícia e no Corpo de Bombeiros Militares apresentada pelo comando no dia 13 de agosto, CABO JÚLIO conseguiu que o governo revisse o projeto que garantirá a promoção dos Cabos e Soldados, por tempo de serviço de 10 anos, como é atualmente, para oito anos. A proposta foi apresentada na manhã desta segunda-feira (29/10) pelo Secretário de Estado de Governo, Danilo Castro. 
No dia 13 de agosto, CABO JÚLIO chegou a sair da reunião por não concordar, entre outros assuntos, com a exclusão dos cabos e soldados no anteprojeto apresentado.
Aguarde mais informações
Relembre o desabafo do CABO JÚLIO na reunião com o comando (13/08/12). CLIQUE AQUI
0

A CASA CAIU: preso um homem que se dizia Policial Militar em festa Funk

Um homem que se passava por policial militar foi preso em flagrante no bairro Esperança, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite de domingo (28). O suspeito estava em um baile funk, que era realizado em um sítio, quando foi surpreendido pelos militares do 40° Batalhão da Polícia Militar.  

A PM informou que uma pessoa acionou a corporação dizendo que havia um homem armado em uma festa, dizendo ser policial militar. A partir da denúncia, os policiais foram até o sítio e localizaram o rapaz, de 21 anos, que estava com uma uma réplica de pistola 9mm, uma algema e dois aparelhos de telefone celular. Ele disse à polícia que era segurança do local, mas negou que estava se passando por policial militar. O homem foi encaminhado a delegacia da cidade.
FONTE.: Jornal Hoje Em Dia


sábado, 27 de outubro de 2012

8

GOVERNO É ALERTADO - COMANDO DA PM PODE PROVOCAR CRISE ENTRE PRAÇAS E OFICIAIS




QUEREM TRAIR OS PRAÇAS



O Comando da PM, a exemplo de 97, quer buscar benefícios somente para oficiais em detrimento das praças. O Projeto de Promoção busca corrigir imperfeições nas promoções dos oficiais, mas deixa de lado os problemas nas promoções dos praças. Os maiores beneficiados seriam os majores, uma vez que as vagas de Tenentes Coronéis aumentariam em quase 200% (a PM vai ter que inventar lugar para tantos Tenentes Coronéis).

Enquanto em 10 anos um aspirante chega a capitão e em alguns casos até a Major, um soldado só consegue ter uma promoção e chegar a Cabo. Já os cabos não conseguem ser convocados em 10 anos para o CEFS.

É esse tratamento diferenciado que vamos dar neste projeto?

Um 3º Sgt para ser SUBTEN demorará de 19 a 24 anos. Para que os Sargentos sejam SubTenentes teríamos que partir do principio que todo praça será 3º SGT antes de completar 5 anos de caserna. Isso acontece? Não.

O projeto trouxe revolta entre os praças, principalmente SD, CB e 3º Sgt. Os praças prometem fazer greve branca e até lotar as galerias da Assembléia Legislativa para mostrar aos Deputados Estaduais que o projeto pode gerar uma grande crise.

Fiquem atentos, os que defendem este projeto são traidores das praças.

O Governador Anastásia e o Secretário Danilo de Castro terão reunião esta semana com o CABO JULIO que os alertará sobre o risco de uma grande crise que está por vir.

Pontos que não abrimos mão:

1 – Promoção dos CB e SD com 5 anos de graduação;

2 – CFO como concurso interno para que todos os integrantes da PM e BM possam progredir na carreira;

3 – Curso de Bacharel em Direito como critério para promoção a Coronel (se para ser cadete precisar ser bacharel, para ser coronel 2º Grau?);

4 – CHO com vagas divididas em 25% para 3º Sgt, 25% parta 2º Sgt, 25% para 1º Sgt e 25% para SubTen.

5 – Promoção de oficiais com 5 anos em cada posto.

6 – Não aceitamos aumento do tempo de interstício de 1 para 2 anos.



NÃO VAMOS ACEITAR GOLPE.
0

MORRE POLICIAL RODOVIÁRIO ATROPELADO EM JUIZ DE FORA

Morreu neste sábado (27), no Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Juiz de Fora, o policial militar rodoviário atropelado na noite do último sábado (20)
Ele trabalhava no posto policial do bairro Grama e foi atingido por um carro ao sair de uma padaria. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR) ele chegou a ser arrastado por cerca de quinze metros.
O corpo está sendo velado no Cemitério Parque da Saudade e o sepultamento será no domingo (28), no Cemitério de Valadares.
RELEMBRE O FATO NO MGTV - CLIQUE AQUI 
0

Robô voador contra o crime em áreas de risco de Montes Claros

Veículo Fotográfico AéreoMONTES CLAROS – Um robô aéreo criado no curso de engenharia de controle e automação da Faculdade de Ciências e Tecnologia do Norte de Minas (Facit) poderá ser o novo instrumento de apoio à polícia para combater a criminalidade em áreas de alto risco.
O equipamento atinge a altura de dois quilômetros e tem autonomia de duas horas, assegurada por uma bateria elétrica. Uma filmadora e máquina fotográfica acopladas fornecem as imagens em tempo real.
O projeto foi lançado no 11º Seminário da Interdisciplinaridade do Cálculo (Sincal) e tem atraído a curiosidade dos visitantes. O evento terminou ontem.
Custo
A iniciativa é do estudante Rennan Aquino Néri, do 10º período do curso de engenharia de controle e automação, com apoio dos professores Murilo Pereira Lopes e Rogério Rodrigues.
O robô, denominado Veículo Fotográfico Aéreo, tem no baixo custo a principal diferença em relação a outros lançamentos do tipo no país. A produção exige investimento de R$ 2.500.
A invenção passará por testes práticos para que possam ser feitos alguns ajustes, como a estabilidade das imagens geradas.
Néri disse que estava assistindo a um programa no “National Geographic” quando teve a atenção despertada para um projeto similar.
Caveirão
O estudante criou outros projetos robóticos. Antes, ele elaborou o Caveirão, veículo de 40 centímetros também dotado de filmadora e câmera fotográfica. O equipamento chega a locais de difícil acesso, ultrapassando obstáculos.
“Essa é uma forma de colocar em prática o que aprendi na faculdade”, diz Néri sobre a decisão de criar equipamentos de automação.
O diretor da Facit, Haroldo Morais, explica que o principal diferencial do Veiculo Fotográfico Aéreo é o baixo custo. As forças policiais poderiam monitorar fugas de criminosos ou mesmo acompanhar a atuação de traficantes nas comunidades com alto índice de violência.
O coronel Franklim de Paula Silveira, comandante regional da Polícia Militar, quer conhecer o robô voador. De acordo com ele, na próxima semana, uma equipe da área tecnológica da PM visitará a faculdade para conhecer o projeto. “Todos os esforços para combater a criminalidade são bem-vindos”.
FONTE: HOJE EM DIA
0

Soldado da Aeronáutica é assassinado em Barbacena

Um soldado da Aeronáutica de 19 anos foi assassinado em Barbacena, na região Central de Minas Gerais. De acordo com a Polícia Militar, o corpo do jovem, que fazia parte da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), foi encontrado na última quinta-feira (26).
A vítima foi morta com um tiro na cabeça e localizada caída às margens da MGT-265, na altura do distrito de Pinheiro Grosso. No dia do crime, o soldado não estava fardado.
Conforme a PM, o principal suspeito de executar a vítima é um colega dela, que também é soldado e foi preso.
A motivação do homicídio é desconhecida e já é investigada pelo comando da Aeronáutica e pela Polícia Civil.
FONTE: O TEMPO
0

Desde janeiro, mais de 80 policiais foram mortos em SP, confirma PM

Desde o começo deste ano até a última quinta-feira, 85 policiais foram mortos em todo o Estado de São Paulo. O dado oficial, confirmado pela Polícia Militar, ainda não contabiliza a morte de um policial em folga, ocorrida na noite da última quinta-feira na capital paulista. Segundo a Polícia Militar, 67 destes policiais mortos eram da ativa e 18 aposentados. O número já é bem superior ao que foi registrado em todo o ano passado. Em 2011, de acordo com a PM, 56 policiais foram assassinados, tanto da ativa quanto os aposentados. Em 2010 foram 71 policiais militares, informou o órgão, que não comenta o balanço.
Na última quinta-feira, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin informou que 117 pessoas foram presas nos últimos dois meses sob suspeita de participação nos ataques contra os policiais militares. Segundo o governador, outros 28 suspeitos estão sendo procurados e 19 morreram em confrontos com a polícia. “O governo não retroage. Não vai voltar um milímetro. O que ganha um criminoso quando ataca a polícia? Ele (criminoso) está querendo criar intimidação”, disse o governador, defendendo a ação policial no enfrentamento contra o crime no estado.
Balanço divulgado na última quinta-feira pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que entre janeiro e setembro deste ano 13 policiais militares e dois policiais civis foram mortos em serviço. No mesmo período do ano passado, 13 policias militares e oito civis foram mortos em serviço. Mas o balanço não contabiliza o número de policiais mortos enquanto estavam de folga.
Também entre janeiro e setembro deste ano, 28 pessoas morreram em confrontos com policiais civis e 369 por policiais militares, totalizando 397 pessoas mortas em confrontos com policiais no período. Isso significou aumento de 8,5% em comparação ao ano passado. Nos mesmo período de 2011, 30 pessoas morreram em confronto com policiais civis e 333 por policiais militares, totalizando 363 pessoas mortas em confrontos.
Os números da secretaria também revelaram aumento de 96% no número de homicídios na cidade de São Paulo no mês de setembro em comparação com o mesmo período do ano passado. Em setembro, a capital registrou 135 casos de homicídios, enquanto no mesmo mês de 2011 foram registrados 69 casos.
No acumulado entre janeiro e setembro, a alta foi de 22% na capital, com 920 casos de homicídios e 982 vítimas (o número de vítimas é maior porque pode haver mais mortes em um mesmo boletim de ocorrência). Em todo o estado, no mesmo período, o aumento foi de 8%.
Em entrevista concedida na manhã de sexta-feira, o secretário de Segurança Pública Antonio Ferreira Pinto disse não acreditar que a morte de policiais decorra de uma retaliação de organizações criminosas. “O que está incomodando é o combate efetivo ao tráfico de drogas. Há essa reação deles (criminosos), mas sem aspecto de retaliação”, disse. “A estratégia é exatamente essa: com policiamento mais efetivo. O combate é efetivo e temos certeza de que vamos reverter esse quadro adverso no momento”, disse ele.
Durante a entrevista, o secretário disse que a estratégia de combate à violência em São Paulo está correta. “Não há estratégia dando errada. A estratégia tem dado certo”, disse Ferreira Pinto.
Ele também descartou a necessidade de as Forças Armadas auxiliarem as ações policiais neste momento no estado. “São Paulo é auto-suficiente. A polícia de São Paulo é preparada, tanto a civil quanto a militar”, falou.
Segundo o secretário, a maior parte dos autores dos homicídios contra os policiais já foi presa. “Temos apenas 10 (criminosos) computados que reagiram e acabaram morrendo”, disse.
Em entrevista à Agência Brasil, o coronel reformado da PM paulista José Vicente da Silva Filho, consultor de segurança e professor do Centro de Altos Estudos de Segurança da Polícia Militar de São Paulo, também analisa como correta a estratégia utilizada pela polícia no estado. “Neste ano, a polícia vem fazendo uma repressão muito severa ao tráfico e distribuição de drogas nas ruas da cidade o que tem suscitado uma ação mais intensa dos criminosos incomodados com isso”, falou.
Segundo ele, também é preciso analisar os números referentes às mortes de policiais, que indicam que a maior parte não ocorreu em consequência a confrontos com organizações criminosas. “O que a polícia tem percebido – e conversei sobre isso recentemente com o secretário e com o comandante-geral da PM (Roberval Ferreira França) – é que há uma variedade muito grande. Não se pode colocar tudo numa única cesta de casos e atribuir uma causa comum a isso. Temos aí uma quantidade expressiva de policiais que reagiram a um assalto e morreram, que somam mais de 20 casos, e casos de policiais que estavam executando algum trabalho no seu horário de folga (como vigilantes particulares, por exemplo) e acabaram morrendo. E temos também os casos com características de execução, que é um outro grupo”, disse.
Para o coronel, o aumento no número de mortes de policiais neste ano se deve a dois principais fatores: “Um é a intensificação muito grande da polícia ao tráfico de entorpecentes. Outro aspecto é que a polícia vem mantendo o ritmo pesado de prisão de criminosos”, disse. Segundo ele, o que pode estar ocorrendo também é que alguns criminosos têm aproveitado a onda de violência para “fazer ações contra seus principais desafetos”.
“Historicamente, o que se percebe é que o grande instrumento que existe para a polícia reduzir crimes é a reação competente dela ao criminoso. O bandido tem de ter medo da polícia. Medo de ser apanhado, de ser preso”, defendeu o coronel.
Já a socióloga e pesquisadora-associada do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP), Camila Dias, acredita que os números de mortes de policiais no estado revela “um contexto de desequilíbrio das relações entre criminosos, sobretudo do PCC (Primeiro Comando da Capital), e a polícia”.
Segundo ela, os números de mortes de policiais e civis são altos porque decorrem “de uma guerra entre a polícia militar e o PCC”. Para ela, “Isto produziu um perverso círculo vicioso cuja expressão é a elevação das taxas de pessoas mortas, sobretudo com características de execução sumária”.
Para Camila, há erros na política de segurança pública estadual. “Há um 'mais do mesmo' que envolve o aumento do encarceramento e investimentos na Polícia Militar, com compra de equipamentos e armas e não se busca uma solução que vá além disto. Isto, aliás, não se limita a São Paulo”, disse ela.
Camila defende que uma das soluções para evitar esses conflitos é fazer uso da inteligência policial e de técnicas de investigação para identificar os responsáveis pelas mortes. “Mas não basta identificar e prender os acusados pelas mortes dos policiais. É evidente que isso é importante. Mas é fundamental, também, identificar os responsáveis pelas mortes de civis que aumentam exponencialmente quando ocorre execução de policiais e, muitas vezes, esse aumento se dá horas depois, no mesmo bairro. É preciso, assim, investigar seriamente esses crimes, principalmente se eles tiverem o envolvimento de policiais como muito deles parecem ter”.
FONTE: UAI

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

1

OBRIGADO AOS AMIGOS DE UBERABA.


                               MUITO OBRIGADO.
0

RECADASTRAMENTO: ATENÇÃO MILITARES DA RESERVA E REFORMADOS

A Diretoria de Recursos Humanos faz um alerta aos Militares da Reserva e Reformados quanto à obrigatoriedade de recadastramento para recebimento dos proventos e aposentadorias. Quem não o fizer está fadado a ficar sem o pagamento mensal, uma vez que será legalmente bloqueado conforme legislação vigente.
Na data da formatação da folha de pagamento do mês  de outubro (09/10) foram constatados 314 aniversariantes do mês de setembro (militares e servidores civis) que ainda não haviam realizado o recadastramento. Na data de hoje durante auditoria na folha constatou-se que  83 militares/servidores civis ainda não realizaram o recadastramento e seus proventos/aposentadorias serão bloqueados automaticamente pelo Sistema. 
1

Novos 78 cargos na Justiça Militar vão custar R$3,9 milhões

Depois de divulgar os supersalários de seus funcionários, o Tribunal de Justiça Militar enviou à Assembleia projeto prevendo a criação de novos cargos. A aprovação da matéria vai aumentar em R$3,9 milhões os gastos com a folha de pagamento, segundo estudo anexado pela Corte ao projeto. 
Ao todo serão criados 78 novos cargos que vão gerar um acréscimo de R$290 mil por mês.
Novas vagas
O projeto cria dois novos cargos de diretor-executivo PJ85, que vão acarretar num custo mensal de R$27,9 mil. Também são instituídos dez novos cargos de gerência PJ77, que custarão aos cofres do tribunal R$103,9 mil por mês. Caso aprovado, o PL também cria mais 35 cargos efetivos da carreira de Oficial Judiciário, a um custo de R$75,6 mil por mês.
25 mil de lanche
O estudo apresentado aos deputados também traz o impacto com alimentação. Cada cargo acarreta num custo unitário de R$407 por mês com vale-lanche. Com a reforma no TJ Militar, o gasto mensal com os vales vai alcançar a cifra de R$25,2 mil. O projeto também traz a extinção de 12 cargos que custam R$2,2 mil e seis cargos de R$9,4 mil cada.
Justificativa
O PL 3.507 de 2012 promove uma reforma nas 1ª e 2ª instâncias do TJ Militar com base em uma consultoria feita pelo Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG S/A).
Em sua justificativa encaminhada aos deputados, a presidência da Corte alega “aumento da demanda” e busca pela “eficiência” como motivos da reforma.
“Depois da reforma do Judiciário, quando teve sua competência ampliada, a Justiça Militar vem registrando um crescimento do aumento dos processos em tramitação”, registrou a presidência.
O TJ Militar argumenta, ainda, que as áreas jurídica e de comunicação carecem de pessoal especializado. A Corte também cria cargos para auxiliarem o trabalho dos auditores internos.
Supersalários
Como revelou o Hoje em Dia ontem, os vencimentos dos servidores do TJ Militar chegam a alcançar a cifra de R$162 mil em um único mês. Agentes técnicos de biblioteca, comunicação e almoxarifado receberam mais de R$50 mil líquidos por mês. De acordo com o tribunal, os altos valores são referentes a ações judiciais de cinco anos atrás. 
FONTE: HOJE EM DIA
0

MILITAR: FIQUE ATENTO ÀS MUDANÇAS NO CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO SERVIDOR PÚBLICO (MG)

Avaliação do desempenho de servidor vai mudar em 2013. A subjetividade do processo é admitida pela subsecretária de Gestão de Pessoas.
O governo de Minas vai mudar, a partir do ano que vem, o modelo de avaliação de desempenho dos servidores do Estado. Apesar de uma das justificativas para a mudança, segundo informações da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), ser a de tornar o processo menos subjetivo, a definição de um novo formulário dividido em itens amplos e genéricos pode manter ou até aumentar o problema, que é um dos principais apontados por sindicatos de diversas categorias. A avaliação determina as promoções e progressões da carreira. 
Hoje, aproximadamente 220 mil servidores estaduais são examinados todos os anos por um método que utiliza 11 critérios para definir o alinhamento do funcionário com as "estratégias governamentais". A partir do ano que vem, os trabalhadores serão avaliados em cinco critérios, tratados pelo governo como "competências": foco em resultados, foco no cliente, comprometimento profissional, inovação e trabalho em equipe. 
Embora o novo formulário ainda não esteja totalmente pronto e possa sofrer alterações, a julgar pelos itens que substituirão os atuais, a subjetividade na avaliação deve continuar. 
"Temas como inovação e trabalho em equipe, por exemplo, são muito difíceis de se traduzir em um relatório, em um critério de avaliação", afirmou o gestor governamental do Ministério do Planejamento, Marcelo Douglas Figueiredo. 
A subsecretária de Gestão de Pessoas, Fernanda Neves, admite que a atual avaliação tem caráter mais subjetivo, mas garante que a mudança irá deixar o processo mais claro. "A alteração tem o objetivo de simplificar, diminuir a subjetividade, sim. Mas toda avaliação é subjetiva. É sempre um sujeito avaliando outro. Com o novo modelo, a definição ficará mais clara, mais simples", garantiu. 
De acordo com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, o modelo que entrará em vigor em 2013 é dividido em aspectos quantitativos, que são as metas que os servidores deverão cumprir, e qualitativos, que são os itens que constarão no formulário. Quem examina o funcionário, segundo a Seplag, é uma comissão formada pela chefia imediata e por servidores indicados pela pessoa que será examinada. 
Desempenho. Segundo o gestor Marcelo Douglas, as avaliações de desempenho não conseguem repetir o efeito que têm na iniciativa privada e acabam sendo incorporadas pelos instrumentos burocráticos. "As avaliações de desempenho caíram em uma certa mesmice, um simples procedimento burocrático. As chefias se eximem dessa função porque são todos colegas de trabalho e acabam avaliando por alto. E quem avalia por alto, na verdade, não avalia nada. O mais comum é a falta de postura da chefia. O corporativismo fala mais alto".
Uma das funções da avaliação de desempenho é definir as progressões e promoções. O servidor deve atingir pelo menos 70% do exame para ser recompensado.
REAÇÃO
Servidores estaduais criticam o método
Sindicatos de servidores do Estado avaliam que a chamada subjetividade da avaliação de desempenho dos servidores leva à concentração de poder nas mãos das chefias, o que se revela mais como fator punitivo do que corretivo. 
"Não somos contrários à avaliação de desempenho mas, em Minas isso é usado para fins punitivos e para alterar a remuneração do servidor. Quando passa-se a remunerar através de prêmio, e não pelos adicionais, você tira um critério objetivo e coloca um subjetivo. Isso gera insegurança na avaliação do servidor", afirmou o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual (Sindifisco), Lindolfo Fernandes. 
Os servidores estaduais criticam ainda a possibilidade de demissão de servidores a partir da avaliação de desempenho. Segundo a Secretaria de Planejamento, 390 servidores foram demitidos entre 2004 e 2010 por "insuficiência" em três avaliações consecutivas. (LP)
FONTE: O TEMPO

0

SERVIÇÃO 33º BPM: Suspeito em moto roubada é baleado e preso após confronto com policiais

Um homem foi baleado após se envolver em um confronto com policiais militares na madrugada desta sexta-feira (26) em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele pilotava uma motocicleta pelo bairro Conjunto Habitacional José Gomes de Castro em companhia de outros colegas, quando militares do 33° Batalhão da Polícia Militar tentaram abordá-los.
Os suspeitos tentaram fugir, mas durante a perseguição, um deles atirou contra os militares. Os policiais revidaram e acertaram a perna do homem, de 25 anos. Com o ferimento, ele caiu da moto. Os policiais apreenderam três tabletes de maconha e 17 pedras de crack que foram dispensado pelo suspeito quando caiu da motocicleta.
O homem foi preso e levado pelos policiais para o Hospital Municipal do Teresópolis, onde foi medicado. Em seguida, o suspeito foi levado a delegacia da cidade. A moto havia sido roubada em Ibirité, também na RMBH, na noite de quinta-feira (25).
FONTE: HOJE EM DIA
0

FIM DA LINHA II: Ladrões roubam carro em Uberaba e morrem após trocarem tiros com policiais

Um homem de 25 anos foi baleado durante uma troca de tiros com policiais militares do 33º batalhão na madrugada desta sexta-feira (26) em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, o jovem foi abordado no momento em que trafegava em uma motocicleta roubada na companhia de outros motociclistas durante patrulhamento no bairro Vista Alegre.
Ao notar a presença da polícia, os suspeitos fugiram em alta velocidade no sentido do bairro Conjunto Habitacional José Gomes de Castro. Durante a frustrada tentativa de fuga, o detido e os comparsas atiraram contra os policiais, que revidaram. Com a troca de tiros, o jovem foi atingido na panturrilha e perdeu o controle da direção. Em seguida, o motociclista caiu, ainda tentou fugir correndo e jogou algo no chão. Após buscas pessoais e no local do acidente, os militares encontraram três tabletes de maconha e 17 pedras de crack.
Conforme a PM, nenhuma arma de fogo foi localizada com o preso, que confessou ter roubado a motocicleta usada na tentativa de fuga em Ibirité, na Grande BH.
Depois de receber atendimento médico no Hospital Municipal do Teresópolis, o homem foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Betim. Os outros suspeitos ainda não foram identificados ou presos.
FONTE: OTEMPO
0

FIM DA LINHA I: Dupla de assaltantes morre após invadir casa, amarrar vítimas, roubar carros e colidir de frente com caminhão durante fuga em Contagem

Dois assaltantes morreram após sofrerem um grave acidente de trânsito durante fuga na manhã desta sexta-feira (26) em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo a Polícia Militar, acompanhados de um comparsa, os ladrões invadiram uma casa do bairro Fonte Grande por volta das 7h20 da manhã. Depois de amarrar os moradores da residência - casal de 51 e 56 anos e filhos de 17 e 18 - o trio fez uma verdadeira "limpa" no local e ainda fugiu com dois carros da família, um Peugeot e um Honda Fit. Porém, durante fuga, os criminosos que levaram o Peugeot entraram na contramão na rua José Rodrigues Guilherme, no bairro Canadá. Em poucos minutos, o carro colidiu de frente com um caminhão da Prefeitura de Contagem.
Segundo os militares do 18º batalhão, o impacto da colisão foi tão forte que os assaltantes morreram na hora. O homem que fugiu com o Honda Fit conseguiu escapar e ainda é procurado pelos policiais. Por sorte, o caminhoneiro saiu ileso.
Conforme a PM, uma das armas usada no assalto a residência foi encontrada dentro do Peugeot, que ficou totalmente destruído.
Nenhum morador da casa roubada, que foram trancados no banheiro durante o crime, ficou ferido. As vítimas informaram aos policiais que os criminosos levaram um GPS, tênis, roupas, joias, pelos menos R$ 200, som e televisão de 46 polegadas.
Os criminosos que morreram eram moradores do bairro Santa Helena, que fica bem perto da casa invadida por eles.
FONTE: O TEMPO

 

BLOG OFICIAL DO CABO JÚLIO Copyright © 2011 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates